PostHeaderIcon Polícia esclarece prisão de três acusados que distribuíam drogas no estado

 

Dois homens e uma mulher são acusados de tráfico em Aracaju

Dois homens e uma mulher são acusados de tráfico em Aracaju

 

                  

Na última segunda-feira, 20, uma operação policial flagrou na cidade de Cristinápolis, extremo sul do Estado, dois suspeitos que transportavam aproximadamente 15 quilos entre crack e cocaína. Eles fazem parte da quadrilha especializada em transportar drogas.

A intervenção da polícia é o desdobramento das prisões que ocorreram no fim do mês passado, dia 28 de Março, onde duas mulheres foram presas com 23 quilos de cocaína no Terminal Rodoviário de Aracaju. Os acusados Thiago da Silva Santos, Alessandra Gouveia Amorim e Edinilson Dias foram encaminhados para o Complexo de Operações de Policias Especiais- Cope para serem investigados.

            Na entrevista coletiva na Academia de Polícia Civil- Acadepol, nesta quarta- feira 22, o delegado do Cope, Marcelo Cardoso esclareceu o caso. Segundo ele, os suspeitos voltavam com a mercadoria ilegal da cidade do Guarujá - São Paulo - que possivelmente seriam comercializadas na Miracana- prévia carnavalesca que acontece na cidade de Itabaiana.

De acordo com o delegado, Thiago foi pessoalmente até São Paulo para buscar os entorpecentes, como precaução, devido à prisão das duas mulheres no Terminal Rodoviário em Aracaju, “Os acusados levaram um duro golpe perdendo toda droga, eles não contavam com a barreira policial em Cristinápolis”, afirma Marcelo Cardoso. Após a prisão, a polícia vai investigar o caso para apurar quem são os distribuidores das drogas.

 HABILITAÇÃO

Um dado curioso é que Thiago não tem habilitação, por isso contratou Edinilson para dirigir o Siena de cor branca- placa de Pernambuco. Se não fosse o flagrante, o motorista iria receber cerca de R$ 2.000 reais para transportar as drogas.  A polícia revela ainda, que os documentos de Thiago possivelmente sejam falsos, pois o acusado não tem “passagem” pela polícia.

Durante a operação, os policiais desmontaram o veículo e perceberam que os entorpecentes estavam na parte traseira do carro. Os suspeitos usaram graxa para disfarçar o odor das drogas. 

 

 

Deixe um comentário