abril, 2009

PostHeaderIcon Mercado de trabalho - ENGENHEIRO DE PRODUÇÃO

Devido à sua formação multidisciplinar e visão sistêmica, o mercado de trabalho para este profissional é amplo, sendo possível atuar nas diferentes áreas de uma organização como finanças, produção, recursos humanos, marketing ou desenvolvimento do produto. Essas organizações podem ser de manufatura ou de serviços, relacionados com os mais diversos setores: mecânica, petróleo, química, civil, eletro-eletrônico, alimentos, siderúrgico e agroindústria, dentre outros. Ou seja: o profissional de engenharia de produção pode ser absorvido tanto no âmbito industrial quanto no de serviços (bancos, repartições públicas, escolas, hotéis e comércio em geral).

PostHeaderIcon Sergipanos temem contrair gripe e compram menos carne suína

Secretário da Saúde afirma que não existe motivo de alarme

Devido à repercussão da gripe H1N1 que se alastra pelo mundo, alguns frigoríficos de Aracaju já perceberam diminuição na demanda por carne suína. Mesmo não havendo casos da doença confirmados na capital, o consumo por este tipo da carne  chegou a diminuir  cerca de 40%, em alguns frigoríficos.

Marcos Santos, comerciante de carne de porco do Mercado Tales Ferraz, comenta que as vendas diminuíram. “As pessoas estão evitando  consumir  este tipo de carne para evitar a doença. Aqui,  em minha banca,  a diminuição já chegou a 50%”, ressalta.

De acordo com o Secretário de Saúde do Estado, Rogério Carvalho, durante coletiva na manhã desta quinta-feira, 30, em Sergipe não existe motivo para pânico. “As pessoas não devem superlotar as unidades de saúde, a não ser que tenham tido contato com alguma pessoa que chegou de um dos países em que a gripe suína foi detectada”, afirma o secretário. 

 Comerciante local reclama da diminuição nas vendas
Comerciante local reclama da diminuição nas vendas

Aprendendo mais

Segundo a Wikipédia, Influenza A subtipo H1N1 é a causa mais comum da influenza (gripe) em humanos. A letra H refere-se à proteína hemaglutinina e a letra N à proteína neuraminidase. Este subtipo deu origem, por mutação, a várias estirpes, incluindo a da gripe espanhola, atualmente extinta.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, não existe contaminação pelo consumo de carne por produtos suínos. Cozinhar a carne de porco a  71° C mata o vírus e bactérias. O vírus da gripe suína afeta tipicamente os porcos, não humanos. A maioria dos casos só ocorre quando há um contato direto com a criação de porcos.

A gripe suína é uma doença respiratória aguda altamente contagiosa, cujo surto começou na cidade do México, com a suspeita de morte de 152 pessoas. O tratamento tradicional é feito por antivirais.

 

PostHeaderIcon Estados Unidos : orçamento recorde para ciência

Obama discursa na Academia Nacional de Ciência / AP

Obama discursa na Academia Nacional de Ciência

O presidente Barack Obama anunciou  investimento recorde de 3% do Produto Interno Bruto, cerca   US$ 4,5 trilhões ,  para as áreas de ciência e tecnologia.

“Com minha administração, terminaram os dias em que a ciência cedia lugar à ideologia”

LEIA MAIS AQUI

PostHeaderIcon Homens também sofrem com o câncer de mama

 

Quem pensa que o câncer de mama só atinge as mulheres, está enganado, pois há casos entre homens também. Esta doença é uma neoplasia maligna ainda pouco estudada, porém quando diagnosticada causa grande impacto sobre o paciente devido ao preconceito e falta de informação, porque os homens geralmente não têm a preocupação de fazer exames de rotina como às mulheres.

 

Uma maneira simples de prevenir é o auto-exame. “O homem pode fazer o mesmo teste que a mulher apalpando a região para ver se encontra algum nódulo, atrás da aureola, não dói, constatando o caroço, imediatamente o homem deve procurar o mastologista ou clinico geral”, explica o mastologista, Eduardo Fonseca.

 

Ele acrescenta que a falta de atividade física e má alimentação não têm influência no surgimento do câncer de mama entre homens. Na maioria dos casos é um problema genético, ou o câncer é provocado por uma hepatite crônica, cirrose ou alcoolismo.

De acordo com o Coordenador de programas da Secretaria Estadual de Saúde, Cláudio Mitidieri, a incidência do câncer de mama entre homens atinge a faixa de três internações por mil mulheres.

“Por ser muito baixo esse índice, não há dados estatísticos, mas quando é constatado, damos toda a assistência nos postos de saúde, temos um programa de atendimento adequado onde orientamos esse paciente”, informa.

 

 

 

 

 

PostHeaderIcon TRABALHADORES SERGIPANOS FAZEM MANIFESTAÇÃO ALUSIVA AO DIA 1º DE MAIO

trabalhador

Na sexta-feira, 1° de maio, acontece mais um dia de luta dos trabalhadores organizados no Estado de Sergipe.  Dentro da programação do Dia do Trabalhador, a Central Única dos Trabalhadores de Sergipe - CUT/SE -, realiza, conjuntamente com seus sindicatos e demais movimentos sociais. De acordo com o www.cut-se.org.br/novo/noticias_interna.asp?id=1214 haverá uma passeata de protesto pelas ruas de Aracaju, reafirmando suas bandeiras de luta em defesa do trabalhador. A concentração acontece a partir das 8h30, na Praça da Bandeira, em Aracaju.

O presidente da CUT/SE, Antônio Carlos da Silva Góis, explica que um dos temas em evidência na manifestação deste ano é o embate às especulações do mercado financeiro mundial. “Os trabalhadores não vão pagar essa conta, que é dos ricos, empresários e especuladores que oprimem o trabalhador”, frisa ele.

A Central Única dos Trabalhadores do Estado de Sergipe e Sindicatos Filiados mobilizam toda a classe operária no sentido protestar por melhores condições de trabalho. Nem todos os trabalhadores sergipanos podem deste evento. Segundo o frentista Anadelson Alves, 39 anos, que trabalha em um posto localizado na Avenida Nova Saneamento há cerca de dez anos,  o dia 1° de maio é um dia de concentração e de manifestação dos trabalhadores brasileiros em todo o país.

Disse o frentista, a data representa uma conquista por parte da classe operária da garantia dos direitos trabalhistas. “O dia do trabalho é um dia de protestos da classe operária”, diz Anadelson, que trabalha oito horas por dia para manter o sustento de sua família.

Ele afirma que trabalha principalmente nos feriados, sendo remunerado com horas extras para compensar este dia. Segundo ele, o posto funciona em dois expedientes, por isso não tem tempo disponível para participar deste dia em prol da classe trabalhadora.